sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Morrer como um Homem

Nunca fui e nem sou apreciador da arte do "travestismo", sou simplesmente admirador de pessoas que com Garra lutam pelo o que querem para si próprias.
Infelizmente não consegui ver este filme mas acredito que essa Garra está patente, nem que seja pela força das personagens que é de lhes fazer uma vénia.

1 comentário:

pinguim disse...

Tens agora oportunidade de o ver; eu gostei, embora com algumas reservas: João Pedro Rodrigues sabe e pode fazer melhor...